Arquivo da tag: bunkers

A multiplicação dos…

faróis da USP foi impressionante, em 10 anos uma instituição que se propõe a educar conseguiu multiplica-los por cinco.

Em frente aos bancos.No Fundo dá pra ver mais um bunker-condomínio sendo erguido.

Na mesma Avenida colacaram um em frente à Geografia, que nesse dia estava quebrado. E apesar da faixa de pedestres a pedestre ao lado direito teve de esperar.

Ali na quimica colocaram lombadas além do farol.

Nessa descida em frente ao casa de cultura Japonesa, a dificuldade de atravessar era tão grande que colocaram um também.

No Instituto de Ciências Biomédicas a avenida parece uma pista de corrida. Por ser pouco movimentada assim como a avenida da raia estas parecem ser ideais para o teste dos carros recêm adqueridos pelos alunos novos.

Agora ainda propõe uma carteirinha para os ciclistas que trafegam pela usp. Pontos de vista diferentes podem ser vistos no Jornal do Campus. Para os carros haverá carteirinha?

O professor emérito da faculdade de Filosofia da própria usp, José de Souza Martins, autor do livro Fronteira: a degradação do Outro nos confins do Humano, escreve em artigo no estadão: ” Os atropelamentos, na maioria de crianças e idosos, revelam o cidadão com mais direitos no País. Ele o carro.”

Toda sexta e um pouco mais

A última bicicletada foi memorável, a invasão do estacionamento de um bunker de luxo com direito a mandala deu vontade de mais e por sugestão de alguns teremos bicicletas todas as sextas de dezembro.

arte by Haase

Dentro deste contexto, o que parece estar claro, é a vontade que as pessoas estão de melhorar a qualidade de vida em nossa cidade. E de certa forma mudando seus modos de lidar com esta cidade estão melhorando suas vidas, e como conseqüência a vida da cidade como um todo.

As mudanças mais duradouras nas pessoas sempre vem de dentro para fora, o lado de fora pode oferecer um facilitador, um elemento catalizador qualquer. Mas o que importa é a mudança que surge do interior. No caso do schopping, certamente o fator externo ajudou, assim como pode ajudar na transformação pessoal de um individuo o ato terapêutico. Porém nenhum catalizador externo será suficiente para mudar alguém ou algo que não está disposto à mudar.

O Fábio Zander ontem em uma palestra contou sobre sua trajetória como ciclista e bike guide. Falou de como suas viagens trouxeram lhe um maior conhecimento sobre si mesmo e disse que não importa com que bicicleta você faz seu caminho, o importante é conhece-la. Assim poderá seguir atrás de seus sonhos, sejam eles quais forem.

Sendo assim lembremo nos da velha máxima Ghandiana; Seja você a mudança que quer ver no mundo!