O som de cada ser, as bicicletas…

Segundo Uexküll, biólogo e filosofo do séc XIX cada ser é dotado de formas próprias de entender seu meio. Ali se cunhava a compreensão  e o conceito biológico de meio Ambiente. Levando em conta essas formas próprias de lidar com o meio, Feuerbach seu contemporâneo e critico de religião dizia que não era deus que criou o ser humano a sua imagem e semelhança, mas o contrário, o ser humano criou deus a sua imagem e semelhança dizia. Dizia, que por meio da argumentação de Uexküll, parecia claro que cada ser compreende seu meio com seu corpo e sentidos. Pois então, continua Feuerbach, de cada ser emana uma música ao lidar com seu ambiente, cada ser faz parte de uma enorme Orchestra tocando seu corpo pela vida.

Pois nas cidades em que vivemos ciclistas tocam seus corpos, sua musica…, em meio ao caótico corre corre da cidade, fazendo de suas ações uma pequena harmonia que permite um melhor viver. Pedalando não poluem o ar, não fazem barulho nem ocupam um enorme espaço. Respeitar ciclistas e pedestres é uma decisão que afeta em muito o ambiente em que vivemos, pois a música que tocamos fica mais limpa e harmoniosa para tod@s.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s