Cidade forno

Esses dias têm sido quentes. Bem quentes.

Têm sido difícil fazer as coisas, e muitas vezes parar embaixo das esparsas árvores  para esperar um farol abrir é um alivio. A desnaturação de proteínas se dá a partir de 42°C de forma irreversível e afeta funções de enzimas em nosso corpo. O calor convida ao repouso, por isso tantos ares condicionados ligados nessa época do ano, picos de uso de energia em prédios envidraçados como estufas.

Conforto térmico é essencial pro dia dia. Em nossas casas e prédios usamos eletricidade pra esquentar a água, o que poderia ser feito pelo sol, usamos ar condicionado, o que poderia ser feito pelas plantas.

imagem: instituto elos

Na Alemanha se a temperatura alcança 25ºC na sombra já as 10h da manhã, as crianças ainda têm uma aula e depois são liberadas, chama-se liberação por calor, ou hitzefrei. Isso de certa forma vale também para ambientes de trabalho, é proibido por lei trabalhar em ambientes com mais de 35°C.

Essa forma de encarar o conforto térmico seria uma reviravolta em São Paulo, obrigaria a adoção de telhados verdes para manter custos de energia elétrica sob controle. Outros modelos de construção têm sido adotados diversos lugares, muitos com fatores ambientais mais rigorosos e com incidência solar mais baixa. Seria muito bom adotar e experimentar mais esses modos, incentivos poderiam ser dados para isso.

 

 

 

Anúncios

Uma resposta para “Cidade forno

  1. nesses dias quentes ate a entrega de verduras sofre. tem algumas, como a rucula que chegam caidinhas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s