Peladada

Muita gente fica curiosa, tira fotos e não entende o por que do evento. O cartaz explica-se bem, mas não custa colocar algumas impressões pessoais sobre o acontecimento.

O dia a dia nas ruas é gerido pela lei: “quem é mais fraco, respeite o mais forte” é como um jogo de rugby em que se medem as forças para a conquista dos espaços. Assim como neste jogo, há algumas regras, e assim como neste também, muitas dessas são desrespeitadas.

Para isso então, precisamos de Juízes que conhecem estas regras, e apitam de acordo. Agora temos uma diferença, no rugby as regras tendem a ser apitadas de acordo na maior parte das jogadas, já nas ruas não é bem assim.

Existem regras para que os veículos movidos a motor, rápidos e fortes lidem com os outros participantes do trânsito que não têm estas características, pedestres e ciclistas. Eles devem sempre dar preferência a estes pois eles não estão envoltos em metal, nem dispõe de cintos de segurança ou almofadas de ar. Isso não é respeitado, por que?

Uma explicação possível, e absurda, foi dada a um participante da bicicletada. Ele procurava atravessar em uma faixa de pedestres e teve a surpresa de que ali, em frente à usp, um agente do CET parava os pedestres mandando os carros seguirem.  Teve como explicação que isso parava o trânsito. Pois bem, essa faixa zebrada usada por pessoas esclarecidas que fazem uso de seu DIREITO deve ser retaliada por gerar trânsito de carros… que absurdo. Realmente a inversão de valores é enorme.  Aqueles que protestam nús por saberem que a curiosidade por seus corpos educa aqueles que não os vêem, ainda tendem a ser retaliados  por uma policia que alega um moralismo ridículo. Como se as pessoas fossem praticar sexo no meio da rua apenas por estarem nuas. Tantas pessoas tomam sol nuas em parques na europa… todos eles praticam ato obsceno? Se estes se sentem a vontade deixando seus corpos a mostra qual o problema?

Obsceno é ter de lidar com as noticias de corrupção (que quer dizer literalmente “putrefação do corpo”) diárias que invadem nos por jornais e rádios e com a impunidade que as segue… Com a péssima qualidade de ar que somos todos obrigados a respirar por que a Petrobrás não entrega o diesel limpo que deveria. Com as mortes advindas desse modo de apitar.

Os agentes do poder publico deveriam rever sua ação, agir neste jogo e apita-lo de acordo com as regras, que são um acordo de toda a sociedade. Que o protesto possa acontecer em paz, como em tantas cidades ditas de primeiro mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s