Toda sexta e um pouco mais

A última bicicletada foi memorável, a invasão do estacionamento de um bunker de luxo com direito a mandala deu vontade de mais e por sugestão de alguns teremos bicicletas todas as sextas de dezembro.

arte by Haase

Dentro deste contexto, o que parece estar claro, é a vontade que as pessoas estão de melhorar a qualidade de vida em nossa cidade. E de certa forma mudando seus modos de lidar com esta cidade estão melhorando suas vidas, e como conseqüência a vida da cidade como um todo.

As mudanças mais duradouras nas pessoas sempre vem de dentro para fora, o lado de fora pode oferecer um facilitador, um elemento catalizador qualquer. Mas o que importa é a mudança que surge do interior. No caso do schopping, certamente o fator externo ajudou, assim como pode ajudar na transformação pessoal de um individuo o ato terapêutico. Porém nenhum catalizador externo será suficiente para mudar alguém ou algo que não está disposto à mudar.

O Fábio Zander ontem em uma palestra contou sobre sua trajetória como ciclista e bike guide. Falou de como suas viagens trouxeram lhe um maior conhecimento sobre si mesmo e disse que não importa com que bicicleta você faz seu caminho, o importante é conhece-la. Assim poderá seguir atrás de seus sonhos, sejam eles quais forem.

Sendo assim lembremo nos da velha máxima Ghandiana; Seja você a mudança que quer ver no mundo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s